1, 2, 3, 4...

life is too short to be busy :)

Hoje 16.10.2013
amagodoabismo
Mudei pro Rio e sim, muuuito mudou! Hoje é um dia particularmente cinza e estranho e, talvez por influêncua de uma TPM acumulada, eu lembre disso aqui...
Agora estudo joalheria, faço pós e, quem diria, nem amava tanto assim, aparentemente.
Cortei o cabelo, emagreci e gosto do que sou na maior parte do tempo (talvez não tanto hoje...). Moro com minha soulmate <3 e com a carioca mais desenho da face da terra e amo isso. Amo o Rio e agora parece que posso ir pra qualquer lugar, que sou livre e que fiz a decisão certa de largar as raizes.
Sinto saudades dos velhos tempos, das festas, da família sempre por perto... A família é o que mais sinto falta, definitivamente.
E hoje me deparo com a máxima de que relacionamentos fodem a vida. E eles nem precisam ser tão grandes assim, tão cheios de significado... Algumas coisas são pequenas e quebram as pernas, certo? E eu odeio a Espanha hoje em dia. E a Barra um pouquinho. HAHAHHA
E o que será que o meu ex-grande amor viu em mim que ninguém mais vê? E como ele viu? Como eu faço pra outras pessoas verem que eu sou mais?
Lembrar daqui há alguns anos (ou quando voltar aqui)

  • Se amar

  • Amar e ter paciência com as pessoas (principalmente com as que vc vê todos os dias)

  • Se cuidar

  • Ninguém pode segurar você (a não ser que vc queira)

  • Dar valor aos pequenos momentos

  • Vale mais o amor ou a liberdade?


.
amagodoabismo

não gosto muito de escrever em blog... parece que converso comigo mesma e talvez eu não tenha resposta. olhando pros blogs alheios parece que o que eu penso é tão superficial ou tão difícil de entender ou tão desinteressante.
agora, com 20 anos, eu vejo que ter passado na faculdade federal não me fez melhor. vejo que ter me esforçado nem sempre me trouxe alguma coisa em troca. vejo que as melhores coisa que aconteceram na minha vida, muitas vezes, dependeram muito pouco de mim.
em dois anos sem entrar aqui muita coisa mudou. namoro com a pessoa mais gentil desse mundo e amo como eu nunca pensei que amaria... acho que nunca acreditei que isso existia. tenho um ano e meio até o final da faculdade e até agora não vejo what's the big idea...
minha soulmate foi embora pra longe e, pensando bem, quão justo é isso? moro agora em um apartamento e não em casa, com mais gente por perto.
tenho muitos dos meus antigos objetivos e não sei ainda pesar se sou melhor ou pior do que antes.
acho que as vezes eu me cobro de mais e tendo a ser um pouco negativa, no final das contas... but who cares?
quero mais amigos por perto, quero ser mais amiga de algumas pessoas, quero continuar emagrecendo, quero que o meu namorado continue me amando, quero que as pessoas sintam minha falta como eu sinto delas, quero a minha irmã sempre do meu lado.

hoje em dia eu acho que só quero não ficar só no final... as vezes eu penso muito nisso.

e na vida real, fora do computador, eu sou muito pouco do que eu coloco aqui. prometo que deste post em diante tentarei mostrar o que eu sinto fora daqui! eu sou muito mais feliz longe das maravilhas tecnológicas...
 



é fantástico!
amagodoabismo

Hoje eu resolvi ver Fantástico (meu deus, como eles falam de coisas diferentes em um só programa!) e passou uma família que resolveu educar os filhos em casa, já que eles eram melhores que as escolas que os filhos já haviam estudado. E aí vem um juiz (ou alguma coisa do tipo) e resolve que vai processar os pais por negligência, já que eles não levavam os filhos a uma instituição de educação. Aí me vem à mente por que um juiz desses não cuida da própria vida ou da vida de quem precise de cuidados, já que existem mães que vendem os filhos de uns sete anos, mais ou menos, de 15 à não sei quantos reais, pra um velho que estupra as crianças? SIM, es-tu-pra, porque ter relações sexuais com uma pessoa que nem sabe o que é isso é SIM estupro.

Os pais que dão uma educação de primeira qualidade e prestam mais atenção neles que quaisquer outros pais que jogam os filhos no colégio, e que, sabe-se lá deus se vão terminar ou não o período escolar, são negligentes? Sinceramente, tem coisas BEM piores no mundo.

Aí a igreja, muito preocupada com o mundo e com a galera que anda morrendo de AIDS, de câncer ou de qualquer outra coisa, resolve fazer uma nova lista de pecados (como se já não bastassem os sete que já não são evitados) que inclui fazer mudanças genéticas e ser muito rico, mas que não impede que os padres comam as criancinhas ou que tenham lá suas regalias (pois sim, muitos deles têm).

E eu me pergunto: “ter filhos ou não ter filhos?”, pois já pensou se algum dia ele para nas mãos de um padre que curte uma pedofiliazinha de vez em quando, na missa de domingo?

A gente senta e fica vendo essa loucura que virou o mundo (não que não fosse antes, mas era em câmera lenta)... Suplicando: “Perdoe, meu deus. Eles não sabem o que fazem!”.


(no subject)
amagodoabismo
odeio gente com cara de cu cagado. ODEIO!
e odeio mais quando pessoas que eu conheço se relacionam com elas e eu sou obrigada a conviver com essas porras.
FORA PESSOAS DE CARA DE CU CAGAGO! FORA TODOS OS TIPOS DE RELACIONAMENTOS COM ESSAS PESSOAS COM CARA DE CU CAGADO.
MOOOOOOORTEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE PRA ESSAS CRIATURAS.
BLÉÉÉÉÉÉÉÉ´!!!! ¬¬


aliás: fodam-se os relacionamentos de merda.

(no subject)
amagodoabismo

why do I have to talk about such serious things around here? x_x


x_x
amagodoabismo

Quando a criatividade não flui, eu fico meio que pensando... Meio assim.

Meio sem saber o porquê, se ele tem acento, se... Sei lá. Fico me perguntando de quem seria a culpa disso e se, entre todas as minhas frustrações, dos mais diferentes tipos e qualidades, eu conseguiria tirar uma resposta entre tudo isso. Se chegaria a um ponto onde eu conseguisse as exatas palavras pra dizer tudo que eu penso e deixo de pensar, pra dizer nada ou tudo, pra explicar as coisas mais inexplicáveis que existem.

Chega uma hora que o sucesso, tão gratificante inicialmente, não atende a todas as expectativas que elas traziam antes de se tornarem realidade. Chegou a hora que mudar é inevitável, que aceitar as mudanças obrigatório e viver com isso é a única opção.


Mulher, mulher, mulher
amagodoabismo

Mulher é um bicho estranho, e eu tenho plena consciência disso (sou, moro com duas, sou vizinha de uma, convivo com mais duas todo o santo dia). Agora, uma coisa que a gente não pode deixar de negar é a (nossa) constante imagem negativa que elas (a gente) têm. Acreditem: uma mulher nunca, NUNCA, está suficientemente bonita... Ta, existem alguns casos, mas vamos e convenhamos, são raros.

Então eu vos digo, homens desse mundo (pelo menos vocês que olham isso): bajulem as mulheres! Paquerem, mesmo que possam levar um fora, digam que elas estão bonitas, mesmo que elas neguem, elogiem, elogiem, E-LO-GI-EM!!!! Não há nada como um elogio. Não há nada que dê mais luz e alegria pra uma mulher que ouvir essas coisas.

E se, por algum acaso, nessas paqueradas da vida, vocês levarem um fora, lembrem-se que, pro bem ou pro mal, vocês aumentaram a auto-estima de uma mulher e que ela, por mais ou menos uma semana, vai ver o sol nascer mais feliz.


passeiiiiiiiii!!!!
amagodoabismo

Fuck nerd power woooooooooooooorks!!! AAAAAAAAAAAAAAAHhhhhhh!!!!!
EU PASSEI NA PORRA DO VESTIBULAR DA ESTADUAL E AGORA EU SOU UMA UNIVERSITÁÁÁRIA, PORRAAAAAAAAA!!!!

Mais uma fase da fuck life sendo concluída! ;D e diga-se de passagem, BEM concluída!

Agora tem a federal e pronto! Ta tudo bem feitinho e bem acabadinho!

ADOOOOOOOROO!!!!!

(vida de porra louca starting! >D)

 

Tomio e Moysés, vocês são uns doces.


i wanna fuck tear you apart.
amagodoabismo

Ficar ouvindo musicas aparentemente “promíscuas” me dão vontade de levar a minha vida de porra louca realmente a sério. Não que eu tenha uma vida de porra louca e leve ela na putaria... na verdade eu não tenho uma vida de porra louca (mas isso não me impede de fazer a minha virar uma vida de porra louca).

Não que eu gosto dessas coisas, sabe? Eu não desaprovo... Eu até acho legal. Mas é que é bom dar uma de porra louca às vezes... Eu nunca dou uma de porra louca, porra. ¬¬ Super nerd power in my blood. Fuck it offffffff! I want a porra louca life style.

Seria esse o começo de uma nova era? O_O’


Alex e Emma
amagodoabismo

"Pela primeira vez na vida entendeu o significado da expressão "entre a cruz e a caldeirinha" e "entre a espada e a parede", embora o conceito de "dinheiro saindo pelo ladrão" o artomentasse. Para começar, como o dinheiro entra pelo ladrão? Uma vez lá dentro, como é puxado para fora? E quem aceitaria a transação dessas? Perguntas urgentes, mas tinha algo mais importante a tratar"

(pedaço do filme)


?

Log in